HISTÓRIAS DE VIDA

 

 

 

A RATOEIRA

 

"Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo no tipo de comida que poderia haver ali. Ao
descobrir que era uma ratoeira ficou aterrorizado.  
Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos - Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa! A galinha, disse: - Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que
isso seja um grande problema para o senhor, mas não me incomoda.

O rato foi até o porco e lhe disse: - Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira!
- Desculpe-me Sr. Rato, disse o porco, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser rezar. Fique tranqüilo que o senhor será lembrado nas minhas preces.

O rato dirigiu-se então à vaca. Ela lhe disse:
- O que Sr. Rato? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não!
Então o rato voltou para a casa, cabisbaixo e abatido, para encarar a ratoeira do fazendeiro.

Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira pegando sua vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia caído na
ratoeira. No escuro, ela não viu que a ratoeira havia prendido a cauda de uma cobra venenosa.
E a cobra picou a mulher... O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital.

Ela voltou com febre. Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha.

O fazendeiro pegou seu cutelo (pequeno facão) e foi providenciar o ingrediente principal.

Como a doença da mulher continuava, os amigos e
vizinhos vieram visitá-la.  Para alimentá-los o fazendeiro matou o porco.

A mulher não melhorou e acabou morrendo. Muita gente veio para o funeral.  O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo.

Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito, lembre-se que, quando há uma
ratoeira na casa, toda a fazenda corre risco.

"O problema de um, é problema de todos quando convivemos em equipe"

 

 

 

CALÇAS MOLHADAS

 

Venha comigo a uma sala de aula do terceiro ano...
     Há um menino de nove anos sentado à sua carteira e de repente há uma
    poça entre seus pés, e a parte dianteira de suas calças está molhada.
    Pensa que seu coração vai parar porque não pode imaginar como isso
    aconteceu. Nunca havia acontecido antes, e sabe que quando os meninos
    descobrirem nunca o deixarão em paz.
    Quando as meninas descobrirem, nunca mais falarão com ele enquanto
    viver.  O menino acredita que seu coração vai parar; abaixa a
    cabeça e reza
    esta oração: "Querido Deus, isto é uma emergência! Eu necessito de
    ajuda
    agora! “Mais cinco minutos e serei um menino morto”.
    Levanta os olhos de sua oração e vê a professora chegando com um olhar
    que diz que foi descoberto.
    Enquanto a professora está andando até ele, uma colega chamada Susie
    está carregando um aquário cheio de água. Susie tropeça na frente da
    professora e despeja inexplicavelmente a água no colo do menino. O
    menino
    finge estar irritado, mas ao mesmo tempo interiormente diz "Obrigado,
    Senhor! Obrigado, Senhor!"
     De repente, em vez de ser objeto de ridículo, o menino é objeto de
    compaixão.A professora desce apressadamente com ele e dá-lhe
    shorts de ginástica
    para vestir enquanto suas calças secam.
    Todas as outras crianças estão sobre suas mãos e joelhos limpando ao
    redor de sua carteira.
     A compaixão é maravilhosa. Mas como tudo na vida, o ridículo que
    deveria ter sido dele foi transferido a outra pessoa - Susie. Ela
    tenta
    ajudar, mas dizem-lhe para sair. "Você já fez demais, sua grosseira!"
     Finalmente, no fim do dia, enquanto estão esperando o ônibus, o
    menino
    caminha até Susie e lhe sussurra, "você fez aquilo de propósito,
    não foi?"
    E Susie lhe sussurra, "eu também molhei minha calça uma vez".
     Possa Deus nos ajudar a ver as oportunidades que sempre estão em
    torno
    de nós para fazer o bem.
     Lembrem-se... apenas ir à igreja não o faz um cristão, da mesma
    forma
    que ficar em sua garagem não o transforma em um carro.
     Cada um e todos nós estamos atravessando épocas difíceis agora, mas
    Deus está pronto para abençoar-nos de uma maneira que somente Ele pode
    fazer. Mantenha a fé.

 

© 2010 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode